Compras, blog e o sapo: minha mudança em 400 palavras

Você já passou por isso? De repente, você percebe que não tem controle das mudanças de sua vida. Elas simplesmente acontecem. Para alguns, isso é libertador, pois assim o destino/Deus/o acaso se responsabilizaria pelos novos rumos. Mas para mim, é complicado, pois gosto de tomar as rédeas de minha vida.

Neste post, vou falar sobre meu momento atual, dúvidas, blog, trabalho e vida pessoal.

IMG_3534

Esses dias fui ao sítio de meu tio – um lugar lindo, onde a natureza impera. Passeando por lá, olhei uma planta no chão e seu vaso virado.

Minha primeira reação foi ir recolocar a plantinha no seu pote e deixar tudo ordenado. Aproximei, abaixei, peguei no jarro e quando ia virar tomei um baita susto: tinha um sapo enormeee quietinho lá.

Seria uma situação corriqueira se não fosse a epifania que isso me causou.

frases drummond.jpg

Minha vontade de encontrar o lugar para tudo, de organizar a vida como se fosse um quebra cabeça, que cada peça tem seu exato local, desconsiderou que a plantinha já tinha criado raízes na terra e o sapo havia encontrado uma nova morada (mesmo que passageira).

Dei-me conta de que faço de minha vida o sítio de meu tio. Quero deixar tudo no lugar, mas isso limita minha natureza.

Novos rumos têm surgido:

  • finalização de uma etapa importante academicamente;
  • retomada profissionalmente ;
  • reorganização de tudo que criei no último ano.

rumo13tr

Assim, tentarei deixar a natureza agir um pouco (rsrs), para isso, me dedicarei:

  • diariamente ao Instagram (como sempre fiz);
  • teremos posts 2 a 3 vezes na semana aqui no blog (que tem sido uma das melhores surpresas que pude ter);
  • ficaremos às sextas no Youtube (já que demanda mais tempo de preparação, gravação, edição).

Conto muito com você nestes canais, pois tem me ajudado bastante a dividir minha paixão por um estilo de vida em que a mulher pode ser sim independente e gostar de feminices. Não é preciso escolher entre o livro e o batom.

 

Para começar essa nova fase, postei o vídeo de compras variadas no nosso canal, porque a mudança vem de dentro para fora, mas dou uma ajudinha de fora para dentro. hehe

 

Se preferir, acesse clicando aqui.

É isso, esse é um recorte de meu momento atual, muitas inconstâncias, sem definições, mas com a certeza de que o novo sempre vem, agora é torcer para que venha para melhor!

tumblr_nspurawmyb1uazrkfo1_1280


 

♡ SIGA O BLOG e receba GRÁTIS os posts por e-mail!♡

❤ CLIQUE E INSCREVA-SE EM NOSSAS REDES SOCIAIS! ❤

icone_youtube 634821_4a80e538a6b444d9855fc9323fef3214

 

Nova Barbie: breve reflexão sobre a beleza

Pela primeira vez na história, a Barbie toma novos corpos, novas texturas de cabelo (apesar de já ter tido Barbie negra, sempre salientava um caráter étnico, como na Barbie deusa africana), marcando a pluralidade da mulher. Parece coisa de criança, mas não é.

 

Tem um livro muito interessante chamado “Como se ensina a ser menina” que trata de como nós aprendemos o comportamento social que hoje, muitas vezes, consideramos como natural. Aprendemos que menina brinca com boneca, de casinha, enquanto o menino “prefere” carros e esportes. Ledo engano.

Como não podemos (será?) brigar com nossa cultura, as brincadeiras vêm tomando novos contornos e o que chama atenção neste momento é a nova cara das bonecas Barbie. Não é de hoje que muitas meninas não se reconheciam na boneca que brincava (loira, magra, olhos azuis, cabelos lisos) e agora temos uma gama de possibilidades. O que eu quero ver é qual das bonecas as meninas (as mães, os pais?!) vão preferir comprar mesmo tendo várias opções.

1

Achei super válida a iniciativa, mas este tem de ser um passo para uma mudança maior, acredito… a mudança de que falo é do dia que lançarem uma boneca fora do padrão da Barbie antiga e a gente não estranhar. É ver a boneca como “meninas”/mulheres e não somente sua cor, tamanho da roupa, estilo do vestido.

Cada uma ao seu estilo. Pela primeira vez temos uma Barbie sem salto alto. UAUUU… O fato é que nossas crianças brincam de ser mulheres com a boneca. Elas não são as mães da Barbie, sentem-se amigas delas. Acho que isso carece ser refletido com mais ênfase.

Sugestão de vídeo: Criança, a alma do negócio (documentário)


Imagens: Jornal Folha de São Paulo
SIGA o BLOG e receba GRÁTIS os posts por e-mail!
 Clique e INSCREVA-SE em nossas REDES SOCIAIS! 

icone_youtube 634821_4a80e538a6b444d9855fc9323fef3214